segunda-feira, julho 11, 2011

Deus tem Prazer em Você!

David Wilkerson

"Do alto estendeu o braço e me tomou; tirou-me das muitas águas. Livrou-me do meu inimigo forte e daqueles que me odiavam; pois eram mais poderosos do que eu. Surpreenderam-me eles no dia da minha calamidade, mas o Senhor foi o meu amparo. Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim" (Salmos 18:16-19, itálicos meus).

Nesse salmo, Davi olhava o passado e recordava-se de um grande livramento. Ele se regozijava porque o Senhor o tinha o salvo dos inimigos. Saul tinha posto sua cabeça a prêmio e o perseguia implacavelmente, forçando Davi a dormir em cavernas, covas e ao ar livre.

Em relação a este tempo negro Davi diz, "Cordas de morte me cercaram, e torrentes de perdição me amedrontaram". Mas Deus veio rugindo dos céus para livrar Davi: "Ele abaixou os céus e desceu... O Senhor trovejou a sua voz... Livrou-me do meu inimigo forte e daqueles que me odiavam" (18:4, 9, 13, 17).

O inimigo chegou como uma enchente. Todavia, Davi era capaz de dizer, "Deus veio rugindo para me tirar do turbilhão das águas. Ele me salvou de todas as minhas lutas!".

O Espírito Santo deu a Davi uma revelação que é a chave para todo livramento

Davi podia dizer "A razão pela qual Deus me livrou de todos os meus inimigos – de todas as minhas dores e forças do inferno – é porque sou precioso para Ele. O meu Deus tem prazer em mim!". "Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim" (Salmos 18:16-19).

Você precisa de livramento? Da lascívia, da tentação ou sofrimento? De um problema que é mental, espiritual, emocional ou físico? A chave para sua vitória está nesse versículo. Deus tem prazer em você. Você é precioso para Ele!

Em Cantares de Salomão, o Senhor fala de Sua noiva: "Quão formosa, e quão aprazível és, ó amor em deleites!" (Cantares de Salomão 7:6). Três das palavras hebraicas desse versículo são sinônimos: formosa, que significa "preciosa"; aprazível, que indica "agradável"; e deleites.

Essas três palavras descrevem os pensamentos de Jesus para com Sua noiva ao contemplá-la. Ele olha para ela e diz, "Quão bela, doce e prazerosa tu és. És preciosa para Mim, ó amor". Por sua vez, a noiva se gaba, "Eu sou do meu amado, e seu amor é por mim" (7:10). O significado aqui é, "Ele vem atrás de mim com prazer. Ele me persegue porque sou preciosa para Ele".

Esses mesmos pensamentos são encontrados ao longo dos Salmos: "O Senhor se compraz nos que o temem, nos que esperam na sua benignidade" (Salmos 147:11). "Porque o Senhor se agrada do seu povo; ele adorna os mansos com a salvação" (149:4).

Posso tentar convencê-lo de que Deus se deleita em você, dizendo, "Você é precioso para o Senhor". Entretanto, você pode pensar, "Isso é lindo. Mas é apenas um pensamento amável".

Não, essa verdade é muito mais do que um pensamento amável. É a própria chave para o livramento de toda batalha que assola a sua alma. É o segredo para entrar no descanso que Deus prometeu. Até que você se aproprie disso – até que isso se torne a base da verdade em seu coração – você não será capaz de suportar as lutas da vida.

Isaías teve revelação do grande prazer que Deus tem em nós. Ele profetizou, "ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti" (Isaías 43:1-2).

Isaías não estava falando de enchentes ou de fogo literalmente. Ele estava falando sobre o que as pessoas passam espiritual e mentalmente. Israel estava em cativeiro na época; suas águas eram lutas, seus fogos eram tentações, seus rios eram provas. Essas eram todas tentativas de Satanás para destruir e esmagar o povo de Deus.

As palavras de Isaías eram uma mensagem de pura misericórdia para Israel

O povo estava em cativeiro por causa de sua própria estupidez e tolice. Mas Deus lhes enviou um profeta de coração quebrantado, que disse, "Deus quer que eu lhes diga que vocês pertencem a Ele".

Agora mesmo você pode estar no meio do seu próprio turbilhão de águas. Você pode se sentir esmagado por uma luta ou tentação que ameaça consumi-lo.

Você precisa entender através desses exemplos bíblicos, que o Senhor nem sempre acalma as águas. Ele nem sempre impede as águas de virem e nem sempre apaga o fogo. No entanto, Ele efetivamente promete isso: "Vou caminhar com você em meio a tudo isso. Essa luta ou circunstância não vai te destruir. Não vai te consumir. Portanto, prossiga. Você vai sair do outro lado Comigo ao seu lado".

Isso era tudo que os três filhos hebreus precisavam ouvir. Quando eles foram atirados na fornalha ardente, um quarto homem estava lá com eles: Jesus. Eles não se queimaram. Na verdade, suas roupas e cabelo nem mesmo cheiraram fumaça. Esse é o tipo de livramento que Deus quer lhe trazer em seu vale espiritual.

Qual é a motivação de Deus para querer lhe livrar? Seria por que você fez algo para satisfazê-Lo? Você aumentou seu tempo de oração? Você gasta mais horas lendo as escrituras? Tudo isso é bom. Mas Isaías teve a revelação verdadeira: "Visto que foste precioso aos meus olhos, e és digno de honra e eu te amo... Não temas, pois, porque eu sou contigo" (Isaías 43:4-5).

Deus estava dizendo a Israel, "Vocês estão prestes a passar pelas águas e pelo fogo. Mas não se preocupem, Eu vou caminhar com vocês em meio a tudo. E vou livrá-los no fim simplesmente porque são Meus. Conheço vocês pelo nome. E vocês são deleite para Meu coração".

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2:8-9).

Mesmo se vivesse 500 anos, você não viveria o bastante para agradar a Deus pelas suas próprias obras

Não importa o quão arduamente você tente se limpar. Sua carne não é aceita diante de Deus; não pode sequer ser reformada. Toda carne já foi abolida e suprimida na cruz. Agora um novo homem chega: o homem de Cristo. A fé genuína tem confiança no que Ele fez por você.

Você pode dizer, "Oh, eu acredito que Deus tenha prazer em pastores fiéis. Eles oram e gastam tanto tempo em Sua palavra. Posso acreditar que presbíteros sejam preciosos para Ele. Eles suportaram sofrimentos, provas e lutas, e saíram vitoriosos. Mas acho difícil acreditar que um cristão complicado e fracassado como eu possa ser precioso para Deus. Ele tem de estar desgostoso comigo porque minha vida é tão cheia de altos e baixos. Tenho problemas que parece não tenho como superar. Creio que Ele ainda me ama, mas certamente Ele está desapontado comigo".

Por favor entenda: a maravilhosa profecia de Isaías sobre a graça foi dita a um povo que tinha sido roubado, saqueado, capturado e lançado na prisão – tudo por causa de sua própria tolice e incredulidade. Foi nessa altura que Deus disse a eles, "Agora – depois de todas suas falhas – Eu venho a vocês com essa mensagem de esperança. E tudo porque vocês são Meus".

Nunca vou esquecer a dor que suportei quando um dos meus filhos adolescentes veio até mim e confessou, "Papai, eu nem uma única vez senti que tivesse lhe agradado. Nunca me senti digno do teu amor. Sinto como se o tivesse decepcionado minha vida toda. O senhor deve estar muito desapontado comigo".

Nunca palavras me machucaram tanto. Perguntei a mim mesmo o que eu pudera ter feito para fazer com que meu filho se sentisse daquela forma. Então, sofrendo muito por dentro, abracei meu filho que estava cheio de lágrimas. Pensei, "Como ele está enganado! Mostrei meu amor a esse filho. Declarei e demonstrei isso vez após vez. Todos os meus outros filhos se sentem seguros em meu amor. Como essa criança pôde carregar essa concepção errada por tanto tempo, e suportar tanta infelicidade e culpa desnecessárias?".

Disse ao meu amado filho, "Você sempre foi especial para mim. Na verdade você tem sido a menina dos meus olhos! Penso em você e todo meu ser se ilumina. Claro, você fez coisas tolas as vezes - mas seus irmãos e irmãs também. E você foi perdoado. Você realmente ficou pesaroso na época, e nunca pensei que seria diferente. Você só traz alegria para mim. Você me fez feliz sua vida toda. Você tem sido um prazer para o meu coração!".

O mesmo ocorre com muitos cristãos no relacionamento com o Pai celestial

O Diabo convenceu esses crentes de que eles só desapontam a Deus e jamais irão agradá-Lo. Então eles simplesmente não aceitam o amor de Deus. Ao invés disso, vivem como se Sua ira estivesse sempre sendo soprada sobre eles. Que modo horrível de se passar pela vida! E como Deus se fere quando vê os filhos vivendo dessa forma.

Talvez você tenha sido criado em uma família sem amor e carinho. Talvez sua mãe, pai ou familiares fizeram com que você se sentisse como se não tivesse valor. Você nunca se sentiu especial ou precioso para ninguém. Ninguém jamais o abraçou e disse, "Eu te amo. Você é especial para mim. Estou muito orgulhoso de ti!".

Quantos filhos cresceram desejando ser especiais para o pai ou para a mãe? E quantos adultos hoje lutam com o perfeccionismo porque nunca se sentiram preciosos, ou que seus pais tivessem prazer neles?

Ao longo dos anos fui levado a chorar diante das tristes historias de infância de homens e mulheres viciados em drogas. Muitos me disseram que a mãe ou pai os insultavam, gritando, "Você não vale nada! Você nunca vai ser nada na vida". Eles cresceram sentindo-se completamente indignos, como se não significassem nada para ninguém.

Hoje, nossas ruas estão cheias de crianças que fugiram de casa, que foram roubadas de todo senso de dignidade. Elas não se sentem especiais para ninguém. Então se entregam à primeira pessoa na rua que faz com que se sintam um pouco especiais. Oferecem seus corpos a cafetões, homens e mulheres guiados pela lascívia, para outros adolescentes – qualquer um que faça com que achem valer alguma coisa.

Oh, graças a Deus por Jesus! Para Ele, você sempre foi precioso. Não importa que tipo de vida familiar você teve, ou como seus pais terrenos foram. Nada disso pode em algum momento se comparar ao amor do seu Pai celestial. Desde o dia que nasceu você tem sido especial para Ele!

"A adúltera anda à caça de vida preciosa" (Provérbios 6:26)

A adúltera a que esse versículo se refere é Satanás. E ele caça os que são preciosos para Deus. A Bíblia nos dá uma ilustração viva disso em Números 13-14. Israel enviara doze espias para pesquisar a Terra Prometida. Quando os espias retornaram depois de quarenta dias, dez deles plantaram três mentiras no coração do povo de Deus:

  1. "Há muita gente na terra. Elas são fortes demais para nós."
  2. "As cidades têm muralhas altíssimas. As fortalezas são impenetráveis."
  3. "Há gigantes na terra, e não somos páreo para eles. Acabou, sem chance."

Essas mentiras arrancaram o coração de Israel. As escrituras dizem que o povo passou uma noite de desespero: "Então toda a congregação levantou a voz e gritou; e o povo chorou naquela noite" (Números 14:1). Mais de 2 milhões de pessoas estavam chorando, lamentando, gemendo – completamente focadas em suas fraquezas e inabilidades. Suas lamúrias de incredulidade bombardearam os céus.

Amado, o Diabo lança as mesmas três mentiras no povo de Deus hoje: "Suas lutas são muito numerosas. Suas tentações são esmagadoras demais. Você é muito fraco para resistir ao poder que vem sobre você".

Dê uma olhada boa e séria naquela cena. Você se vê no meio dela? Você já passou uma noite como aquela – lamentando devido às mentiras demoníacas plantadas em seu espírito? Você alguma vez já clamou, "Chega. Não aguento mais! Essas fortalezas dentro de mim nunca vão cair. Está tudo acabado. Perdi a batalha"?

A palavra de Deus dita à Israel é para nós hoje também: "Sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos, porque minha é toda a terra" (Êxodo 19:5). "Porque és povo santo ao Senhor teu Deus, e o Senhor te escolheu para lhe seres o seu próprio povo, acima de todos os povos que há sobre a face da terra" (Deuteronômio 14:2).

Tenho certeza que Israel se sentiu precioso e especial para o Senhor quando Ele os salvou pela primeira vez. Depois que Ele os livrou da escravidão no Egito, abriu o mar Vermelho e os salvou do exército do faraó, eles devem ter dito, "Vejam os grandes milagres que Deus fez em nosso favor. Ele realmente nos ama!".

A maioria dos cristãos hoje diria a mesma coisa sobre seu Senhor e Salvador: "Sim, Deus me salvou do pecado. Olhe para todas as coisas das quais Ele me livrou. Devo ser especial para Ele!".

Minha pergunta é: o que aconteceu? Em poucos anos, muitos cristãos se tornaram como a antiga Israel. Todos os problemas e lutas da vida vêm sobre eles, e eles pensam, "Já fomos preciosos aos olhos de Deus – o bastante para sermos salvos, quer dizer. Mas agora, depois de servi-Lo esses anos, somos apenas gafanhotos. Somos banquete para os nossos inimigos".

Tais crentes derrotados não sentem mais que Deus tenha prazer neles. Na verdade, muitos acreditam que Deus os desamparou. Quando Israel disse, "Somos gafanhotos aos olhos dos gigantes", eles na verdade estavam dizendo, "Deus nos trata como insetos insignificantes que estão prestes a morrerem pisoteados. O inimigo vai nos esmagar no chão. Não somos melhores do que insetos".

Josué e Calebe eram de um espírito diferente

Josué e Calebe estavam entre aquele grupo dos doze espias que foram enviados. Mas diferentemente dos outros, voltaram cheios de esperança. Eles não ficaram chorando pela situação. Ao invés disso, se regozijaram depois de pesquisarem a terra. Eles estavam cheios de fé e visão.

Veja, Josué e Calebe tiveram revelação de sua preciosidade aos olhos de Deus. Sabiam que Israel era especial para o Senhor. Essa era a chave para seu espírito esperançoso. Josué disse, "Se o Senhor se agradar de nós, então nos introduzirá nesta terra e no-la dará" (Números 14:8). Em outras palavras: "pelo fato de Ele ter prazer em nós, a terra é tão boa quanto já é nossa".

Essa é a mesma revelação que Davi teve: "Ele me salvou e livrou – porque tem prazer em mim!". Da mesma forma, todo cristão vitorioso hoje tem essa mesma revelação do amoroso Pai celestial: "Não dá pra fracassar. Os nossos inimigos são banquete para nós, pois somos preciosos para o Senhor!".

Eis aqui a grande misericórdia de Deus na pregação de Josué e Calebe. Israel gastara a noite em rebelião, se chafurdando na incredulidade, chorando como se Deus o tivesse desamparado. Finalmente, nomearam um comandante para levá-los de volta ao Egito. Mas o Senhor enviou lhes Josué e Calebe, que disseram a eles "Apesar de sua noite de vergonha, de seus gemidos e reclamações, Deus tem prazer em vocês. Ele os conduzirá adiante. Não temam, pois vocês são preciosos para Ele!".

No entanto, há um aviso aqui também. Israel se recusou a acreditar na mensagem de Deus sobre o quanto eles eram preciosos aos Seus olhos. Eles preferiram se concentrar na situação – em suas fraquezas e inabilidades. Eles cederam ao medo.

Finalmente, a paciência de Deus com eles se esgotou. Ele disse à Israel: "Até quando me desprezará este povo e até quando não crerá em mim, apesar de todos os sinais que tenho feito no meio dele? ...o rejeitarei" (Números 14:11-12).

O Senhor perdoou Israel por amor de Moisés. Mas eles não foram autorizados a entrar na terra. Ao invés disso, lhes foi imputada uma existência no deserto, uma vida entregue ao medo constante e à dúvidas destrutivas. Em suma, eles estavam sendo salvos e perdoados, mas, permaneceram infelizes. Eles perderam a esperança, o descanso e a paz que vêm ao se aceitar o quão especial os filhos de Deus são para Ele.

A única vez em que a paciência de Deus conosco se esgota atualmente é quando nos recusamos vez após vez a aceitar o quanto Ele nos ama. Muitos cristãos hoje foram levados a um deserto que eles próprios construíram. Eles não têm alegria, vitórias. Ao olhar para eles, se pensaria que Deus os desamparou anos atrás. Não – Ele simplesmente os entregou à suas próprias reclamações e murmurações.

Graças a Deus, Josué e Calebe entraram na Terra Prometida. E se mantiveram como árvores verdes em Sua casa até seus dias derradeiros. Eram homens de poder e visão, porque sabiam que eram preciosos para Deus.

Você também é precioso para o Senhor, apesar dos seus problemas e falhas. Você pode ser uma árvore verde na casa de Deus, tal como Josué e Calebe foram. Simplesmente firme-se nas promessas de Sua palavra: "Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim" (Salmo 18:19). Esse é o alicerce da fé genuína!

© 2010 World Challenge, Inc., PO Box 260, Lindale, Texas 75771

Nenhum comentário: