quinta-feira, novembro 02, 2006

Guerra no Céu - Se Você Acha que o Diabo Está Ganhando, Espere um Pouco

Por David Wilkerson
03 de novenbro 2003

"Houve peleja no céu" (Apocalipse 17:7).

Atualmente ouvimos muita conversa a respeito de guerra contra o terrorismo. Ouvimos de uma guerra chamada jihad, de guerra na Palestina, ameaças de guerra na Coréia do Norte. Nunca na história houve um período de tantas guerras assim por toda a terra. E tais conflitos são enormemente divulgados, por causa da comunicação instantânea que temos agora. Quase imediatamente, recebemos informes de explosões, emboscadas, número de mortos.

Estou convencido de que estas são as guerras e os rumores dos quais Jesus falou. E exatamente como Jesus profetizou, o coração das pessoas não está agüentando o medo. As guerras que estamos vendo estão causando pavor por toda a terra.

Contudo tais guerras são todas escaramuças e conflitos menores; são sintomas de uma guerra muito maior. Entenda, há na realidade apenas uma guerra se travando - e essa guerra que está acima de todas as demais, está tendo lugar no céu. É uma guerra entre Deus e o diabo.

Essa peleja foi declarada há séculos e séculos atrás. Apocalipse diz: "Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos" (12:7). O dragão representa Satanás e todos os anjos caídos que ele enganou. Enquanto estava no céu, Lúcifer reuniu tais hordas de anjos para se levantarem contra Deus. Ele queria usurpar a autoridade de Deus e ocupar o Seu trono.

Mas o diabo perdeu essa primeira batalha. "Todavia, não prevaleceram; nem mais se achou no céu o lugar deles" (12:8). Deus disse a Satanás: "Não há mais lugar para você na minha presença". E Ele o lançou para fora do céu, junto com os anjos que haviam se rebelado com ele. Eles foram lançados a um mundo que a Bíblia diz era vazio e sem forma.

Ora, Satanás já havia enganado os anjos que o seguiram; e quando Deus criou a humanidade, Satanás se determinou a enganá-la também. Se ele não podia ser Deus, se vingaria destruindo a semente de Deus; então iniciou essa guerra no jardim do Éden, contra os primeiríssimos homem e mulher.

Satanás tentou Eva primeiro e depois Adão. E quando causou sua queda, parecia que havia conseguido uma grande vitória. O paraíso agora se tornara fechado para o homem. Satanás e suas hordas devem ter gozado de maldosa satisfação por essa vitória. E a batalha travada por eles foi uma declaração de guerra contra Deus e toda a Sua semente.

Há ainda uma guerra acontecendo no céu. Mas Satanás não luta essa peleja a partir do céu, e nem do inferno. Não, Satanás caiu no vazio sem forma, do qual Deus criou a terra. E uma vez Deus tendo criado o homem para habitá-la, Satanás estabeleceu o seu assento de poder lá.

As escrituras deixam tudo isso muito claro: "Nem mais se achou no céu o lugar deles" (12:8). "O dragão se viu atirado para a terra" (12:13). "Ai da terra e do mar, pois o diabo cresceu até vós, cheio de grande cólera" (12:12).

A Rebelião de Satanás Não Pegou Deus de Surpresa

Ainda antes da fundação do mundo, Deus arquitetou um plano de guerra para derrotar o diabo. O Senhor iria criar o homem segundo a Sua imagem; e permitiria que o homem tivesse livre arbítrio. Assim sendo, o homem seria testado e provado. Em verdade, seria colocado bem no meio de um campo de guerra, bem junto à estrutura de poder de Satanás.

O homem caiu naquele primeiro teste, na batalha que Satanás venceu no Éden. E desse momento em diante, o diabo continuou a enganar o homem. Durante o tempo de Noé, Satanás conseguiu enganar o mundo todo. De toda a população da terra, só oito almas foram salvas. Isso prosseguiu durante séculos, com Satanás enganando nações inteiras. Ele manteve poder sobre o Egito antigo, sobre Sodoma e Gomorra, e por algum tempo, até sobre o povo escolhido por Deus, Israel. Em verdade, é desencorajador ler a história de Israel nessa guerra entre Deus e Satanás.

No primeiro momento que Deus colocou a Sua mão sobre Israel, o diabo reconheceu isso. O Senhor realizou obras sobrenaturais para o Seu povo, libertou-o com milagres, deu lhe grandes revelações do Seu amor. Contudo, por quarenta anos após o Êxodo Satanás incitou a rebelião, a idolatria e a sensualidade em Israel. Ele trouxe para o seu meio prostitutas, homossexuais, profetas possuídos por demônios. Finalmente, quando chegou a hora de se entrar na Terra Prometida, só dois israelitas que haviam saído do Egito escaparam do engano, Josué e Calebe.

Mais uma vez, Satanás deve ter curtido maligno prazer. Parecia que todas as batalhas aconteciam do jeito dele; e continuou tendo vitórias através de enganações insufladas por demônios. Ele possuiu todos os países em torno de Israel: os babilônios, os filisteus, moabitas, hititas, cananeus e os reinos do norte. Finalmente, Satanás lançou o seu olhar sobre os filhos de Israel que haviam sobrevivido.

Esses israelitas tinham entrado em Canaã com Josué depois que seus pais morreram no deserto. Parecia o raiar de um novo dia para o povo de Deus. Mas Satanás foi atrás dessa geração através de enganos ainda maiores. Ele trouxe a idolatria, a fornicação e falsos profetas; introduziu a adoração demoníaca de Baal, Astaroth e Molech. As escrituras apresentam essa geração continuamente adorando ídolos "nos lugares altos". E continuamente rejeitando o Santo de Israel.

Acho esse capítulo da história de Israel totalmente frustrante. Pense bem nisso: esse povo havia assistido seus pais morrendo sob condenação no deserto; tinham visto pais e avós sucumbindo a mortes terríveis. Na verdade por quarenta anos, essa geração mais jovem tinha ido de um funeral a outro, enterrando os mais velhos a torto e a direito. Porém, mesmo depois de testemunharem todas estas coisas, eles ainda se voltavam para a adoração demoníaca de ídolos.

Nos séculos seguintes, Satanás gozou de vitória após outra sobre a semente de Deus. Ele possuiu os reis de Israel de Acabe até Jeroboão e Manassés - homens ímpios que derramaram sangue inocente livremente. Por fim, o último capítulo de Juízes revela até que ponto o povo de Deus caiu.

Os últimos capítulos de Juízes é o relato horrível e doloroso de como uma turma enlouquecida de homossexuais sodomizou a concubina de um sacerdote, e a deixou semimorta. Quando o sacerdote a encontrou, decapitou o cadáver e enviou pedaços do corpo às doze tribos de Israel. O incidente termina em guerra civil no povo de Deus, em relação aos direitos homossexuais. Milhares de israelitas são mortos. (Juizes 19 e 20)

O livro de Juízes termina com essas palavras terríveis, de arrepiar: "Naqueles dias, não havia rei em Israel; cada um fazia o que achava mais reto" (Juízes 21:25).

Digo-lhe o seguinte: esse é o desígnio de Satanás para todas as gerações. Ele conseguiu com sucesso derrubar toda adoração verdadeira em Israel. Ao final de Juízes, homens mulheres e crianças faziam o quê bem queriam. E isso é exatamente o quê Satanás está alcançando nesse momento, em nossa geração. Ele está tentando tornar proscrita a Bíblia, ou seja, suprimi-la através da lei, fazendo-a parecer totalmente irrelevante. Todo mundo é encorajado a interpretar a palavra de Deus à sua própria maneira. Trata-se de uma enganação trazida diretamente do inferno.

A verdade é a seguinte: havia um rei em Israel no fim do livro de Juízes. Esse rei era Satanás. Ele governava não só o mundo pagão, mas também a nação escolhida por Deus. A essa altura, o diabo parecia ter vencido a batalha inteiramente. Ele e os seus demônios pareciam invisíveis em sua peleja contra o céu.

Deus Foi Paciente,
Pois Tinha Um Plano de Conquista Completa

O Senhor não ficou preocupado com as vitórias de Satanás. Sim, Ele se entristeceu com a contínua degradação do Seu povo para o pecado e a morte. Mas Deus já tinha um plano de guerra em ação.

Finalmente, na "plenitude dos tempos", Deus enviou o Seu Filho ao campo de batalha. Cá estava Deus encarnado, entrando pessoalmente no campo de batalha. O Senhor estava afirmando: "A batalha agora mudou. Eu estou assumindo o comando. Satanás não prevalecerá mais. Isto é o começo do fim da guerra no céu. E a vitória é minha".

Deus então deixou o diabo informado, afirmando, "Levantarei um exército; e o meu Filho será o capitão deste exército. Ele terá uma igreja feita de uma noiva sem pecado, inculpável, imaculada e santa. E esta igreja será edificada sobre um alicerce: Jesus Cristo, o Filho de Deus".

Quando ocorreu o nascimento de Jesus em Belém, isto enviou estremecimento por todo o acampamento de Satanás. Todos os demônios gritaram: "É o filho de Deus! Ele vai tirar todo o nosso poder e domínio; e governará e reinará como rei. Não conseguimos derrotar Deus no céu - como vamos vencer essa peleja contra o Seu Filho? Temos de matá-lo no berço".

Oh, o quanto os emissários do diabo tentaram destruir Cristo criança. As escrituras dizem que toda criança do sexo masculino abaixo de certa idade por toda aquela região foi morta, tudo na tentativa de se matar Jesus. Mas essa era uma batalha que Satanás não poderia vencer. Deus iria prevalecer.

No tempo escolhido por Ele, Deus plantou uma cruz bem no meio do campo de batalha. E sobre essa cruz Ele pôs Seu Filho. O sangue de Cristo caiu e se derramou sobre o campo de batalha. E gota a gota, ele iniciou um dilúvio poderoso e purificador, poderoso para lavar os pecados de toda a humanidade.

Naquela hora, Jesus soltou um grito que trovejou por toda a criação: "Está consumado". Quando Satanás e seus demônios ouviram isso, eles tremeram e se agitaram; conscientizaram-se de que estava tudo acabado. Devem ter guinchado: "É o nosso fim! O Filho de Deus nos esmagou; nos expôs publicamente ao desprezo; roubou todo o poder que tínhamos sobre as pessoas. Não podemos mais ter ninguém que esteja sob o Seu sangue".

Três dias mais tarde, outro grito poderoso foi ouvido: "Cristo ressuscitou!". Foi o momento mais negro da vida de Satanás. Em um instante, a guerra subitamente virou. Apocalipse descreve isso assim:

"Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus. Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram"
(Ap. 12:10-11).

Qual foi o poder que Satanás perdeu naquele instante? Foi a habilitação para acusar qualquer pessoa que havia sido purificada pelo sangue de Jesus. O diabo não poderia mais prender um crente nas correntes da culpa, do medo ou da condenação. Foi lhe roubado todo o poder de enganar ou destruir os que vivem pela fé no sacrifício de Cristo. Ele deixou de ter domínio sobre todo aquele que confia em Jesus.

Deus estava fazendo uma declaração legal a todos os que creriam em Seu Filho: "Você foi liberto. O poder do diabo não pode lhe prender se você confia no poder do sangue de Jesus Cristo. Inexiste poder sob os céus que possa lhe derrubar".

Há Agora Dois Reinos

Primeiro, havia o reino de Deus e de Seu Filho, Cristo. E segundo, havia o reino de Satanás e seus anjos caídos. Um reino era o reino da luz, o outro um reino de trevas. Já vimos como o diabo tentou roubar o reino dos céus ao longo da história; ele conseguiu vitórias durante os dias de Noé, durante os anos de Israel no deserto, e no tempo de Juízes. Mas Cristo prevaleceu sobre tudo isso.

É aqui que voltamos para Apocalipse 12:12: "Por isso, festejai, ó céus, e vós, os que neles habitais. Ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta". Esse "pouco tempo" se iniciou no Calvário. Desde então, Satanás tem ficado cada vez mais exasperado; e cada vez mais irado com a aproximação do seu julgamento.

Alguns versículos adiante, uma mulher é mencionada: "A serpente arrojou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, a fim de fazer com que ela fosse arrebatada pelo rio" (12:15). Eu creio que essa mulher seja a noiva de Cristo, o remanescente vencedor. As escrituras dizem que este remanescente será constituído de uma poderosa hoste, cujos integrantes nenhum ser humano conseguirá contar. Incluirá todas as pessoas ao longo da história que tornaram Jesus seu Senhor.

A seguir lemos: "Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus" (12:17). Sim, Satanás está enfurecido com todo crente. Mas se ousar tocar-nos, estará tocando a menina dos olhos de Deus.

O quê vemos acontecendo no mundo bem agora é um esforço de última trincheira para destruir a noiva de Cristo. O diabo lançou um grito de tudo ou nada. E está liberando todo seu arsenal para tentar derrubar o eleito de Deus.

As Escrituras Chamam o Ataque de Satanás de:
Uma Enchente Como Rio, Arrojada de Sua Boca

Essa enchente, é uma inundação de iniqüidade. E Satanás a leva contra a mulher, para tentar afastá-la da proteção do sangue de Cristo. Jesus preveniu que nos últimos dias a iniqüidade iria abundar. E por causa dessa inundação de iniqüidade, o amor de muitos crentes se esfriaria (v. Mateus 24:12).

Vejo Satanás em seu centro de comando, latindo ordens: "Tomem conta da mídia! Encham a mente dos ímpios de luxúria. Façam com que seus desejos carnais os levem à pornografia. Depois enviem estes homens para molestar crianças".

O resultado é uma rajada de impiedade que o mundo jamais viu. Mas especialmente dolorosa é a carnificina perpetrada contra crianças. Veja:

. Filmes violentos têm entorpecido a mente de muitos cristãos que gostam deles. E agora atos sexuais nos filmes têm trazido perversão além do que se poderia crer. O nosso ministério recebe relatos sobre alunos do primeiro grau de só seis ou sete anos, que tentaram estuprar garotinhas de sua idade ou menos. Quando perguntados o porquê disso, responderam: "Vi isso num vídeo do papai e da mamãe".

. Há agora mais de 300.000 sites pornográficos na Internet. Esses sites contêm as imagens mais vis e depravadas que a humanidade já viu. O pior é que criancinhas estão entrando neles até por acaso. Suas delicadas mentes estão sendo expostas a imagens que as prejudicarão durante anos.

. Casamentos homossexuais estão prestes a se tornarem lugar-comum. Alguns jornais já mostram casais gays nas páginas de casamentos. Agora um número crescente de escolas de primeiro grau está se preparando para ministrar no currículo "Como viver o estilo de vida homossexual". Criancinhas estão prestes a serem doutrinadas dentro das especificidades da vida homossexual.

. A militância homossexual tem forçado caminho, atingindo as camadas mais altas da igreja. A denominação Episcopal recentemente ordenou um homossexual confesso, como bispo. Quando a cerimônia acabou, o novo bispo se virou e segurou a mão do namorado.

. Satanás tem trazido o engano do homossexualismo cada vez mais para dentro da igreja, e as crianças mais uma vez são as vítimas. Mais e mais padres homossexuais estão sendo descobertos, e condenados por molestarem crianças sob seus cuidados.

. O mundo da moda deixou de ser apenas malicioso, como também começou a exibir nudez. É uma tentativa de chocar, feita por uma indústria que se deu à sensualidade desavergonhada. Mas Satanás pretende que ela influencie o povo de Deus, especialmente os jovens crentes. Essa sutil tendência demoníaca objetiva o desgaste da resistência ao sensualismo.

. Há um ressurgimento à bebedeira desenfreada entre os adolescentes. Até mesmo o Wheaton College, uma faculdade que durante décadas foi um padrão de santidade, agora permite o álcool. A razão? Querem atrair professores mais eruditos - quer dizer, que bebem. Mais faculdades cristãs claro que vão seguir o exemplo. Toda uma geração de jovens crentes vai sofrer, sendo incitados a uma iniqüidade que de outro modo não buscariam.

Veja estes outros exemplos recentes do ataque final de Satanás:

. A um astro de cinema que concorre ao cargo de governador da Califórnia, foi dito que venceria simplesmente se descobrissem algum tipo de escândalo lhe envolvendo. Foi lhe dito que ter um caso extraconjugal faria dele um herói aos olhos das pessoas; e aumentaria sua popularidade, ganhando mais votos.

. Uma enchente de leis está sendo produzida num esforço final para remover para sempre o nome de Deus, da sociedade. Dois senadores americanos lançaram esse projeto de lei. Essa lei impediria o mandado de todo juiz que creia em Deus ou tenha qualquer tipo de fé.

Você provavelmente leu sobre a famosa determinação de um juiz dos EUA. Ele ordenou a remoção de um entalhe em granito dos Dez Mandamentos das dependências de um edifício público no estado de Alabama. Enquanto isso, fez seus despachos de um prédio federal que tem uma estátua de Zeus na entrada.

No começo eu achava que estas coisas feriam profundamente o coração de Deus. Mas agora creio que o Senhor ri desses insignificantes esforços do homem. Por que? Porque Deus está agindo no meio de milhões de jovens, escrevendo Sua lei em seus corações. E nenhum juiz da terra pode removê-la deles.

Se Parece a Você Que o Diabo Está Ganhando,
Espere Um Pouco

Quero lhe mostrar o quê ainda vai acontecer nessa peleja no céu entre Cristo e Satanás. A Bíblia afirma: "O Senhor executará a sua palavra sobre a terra, completando-a e abreviando-a" (Romanos 9:28). Deus está dizendo: "Vou acabar essa guerra breve. Farei um trabalho rápido".

Você pode se perguntar: "Então, o quê Deus está esperando? Por que não agiu ainda? Está claro que chegamos a um ponto crítico. Cadê a poderosa mão de Deus?".

Tiago nos dá a resposta: "Sede, pois, irmãos, pacientes, até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador aguarda com paciência o precioso fruto da terra, até receber as primeiras e as últimas chuvas" (Tiago 5:7). Resumindo: Jesus está pacientemente esperando por almas. Ele está aguardando que a ultimíssima colheita seja recolhida.

A maioria dos estudiosos bíblicos acha que "as primeiras chuvas" (ou "chuva temporã") às quais Tiago se refere seja o Pentecostes. Quanto às últimas chuvas (ou "chuva serôdia"), eu creio que as estamos vendo agora mesmo. O quê melhor descreve as últimas chuvas de Deus do que a florescente igreja subterrânea de milhões de pessoas na China Comunista? Esse corpo de crentes cresceu milagrosamente em poucas e rápidas décadas. Nos anos que cercaram a Segunda Guerra Mundial, quando os últimos missionários deixaram a China, a igreja lá era um movimento pequenino e agonizante. Então, unicamente pelo Espírito de Deus, de algum modo ela explodiu a partir de um punhado de bolsões isolados - se transformando numa obra poderosa da qual o mundo nunca soube.

E a queda da Cortina de Ferro? Ninguém esperava ver o Comunismo acabar durante o nosso tempo de vida. No entanto, Deus produziu isso da noite para o dia. Exatamente no dia em que escrevo essa mensagem, o jornal New York Times informa que o governo da Rússia está agora se pronunciando contra o aborto em termos morais.

Até países islâmicos linha-dura estão vendo estas últimas chuvas do evangelho. Satélites agora irradiam as boas novas sobre países muçulmanos através de mensagens do rádio e da TV. Quando um evangelista pregou no Paquistão o ano passado, mais de 50.000 pessoas assistiram.

Sim, as últimas chuvas chegaram. O mundo todo está sendo cheio das boas novas de Jesus Cristo. Então, quando podemos esperar que o Senhor aja?

O próprio Jesus nos diz: "Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados" (Mateus 24:22). Ele está dizendo: "Ninguém sabe o dia ou a hora da minha volta. Mas eu vou adiantar isso".

Veja outra vez a afirmação de Paulo: "O Senhor executará a sua palavra sobre a terra" (Rom. 9:28). A raiz grega para "executará" aqui quer dizer "golpeará rápido". Deus está dizendo: "Será rápido. Vou esperar pacientemente que a colheita acabe; mas aí me moverei com rapidez para julgamento".

De repente, da noite para o dia, testemunharemos julgamentos que nunca vimos antes. Irá acontecer numa hora em que densas trevas tiverem coberto a terra... quando ao islamismo for concedido grande poder e autoridade... quando o anticristo tiver se levantado para proferir grandes blasfêmias... quando parecer que Satanás sobrepujou tudo que é santo e justo... quando escarnecedores zombarem quanto ao dia da volta do Senhor... quando a obsessão pelo prazer atingir o ápice, e os pecados do mundo elevarem-se aos céus.

É nesse momento que ouviremos o Leão de Judá rugindo. Em apenas um momento, ele acabará com a guerra. Ele vai declarar: "Chega. Chega de desculpas para o pecado".

João previu o dia quando o Senhor virá cabalmente executar sua obra na terra. Ele o descreve assim:

"Vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. Os seus olhos são chama de fogo; na sua cabeça, há muitos diademas; tem um nome escrito que ninguém conhece, senão ele mesmo. Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome se chama Verbo de Deus; e seguiam-no os exércitos que há no céu, montando cavalos brancos, com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro. Sai da sua boca uma espada afiada, para com ela ferir as nações; e ele mesmo as regerá com cetro de ferro e, pessoalmente, pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-poderoso. Tem no seu manto e na sua coxa um nome inscrito: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES" (Apocalipse 19:11-16).

Aqui em Nova York, as pessoas muitas vezes perguntam: "Onde você estava no 11 de setembro?". Ou, "Onde você estava quando acabou a luz, no grande apagão?". A minha pergunta para você é: "Onde você estará quando Jesus vier? Qual será a situação do seu coração quando o Rei dos reis executar Sua cabal obra de julgamento? O quê você estará fazendo quando Ele vier acabar a guerra?".

Possamos todos nós ser achados sob o Seu precioso sangue, ocultos na fenda da Rocha.

Copyright © 2002 by World Challenge, Lindale, Texas, USA

Glórias ao Santo Deus Todo-Poderoso!!!

Nenhum comentário: